Artigos

Alopecia Frontal Fibrosante

Trata-se de um tipo de queda de cabelo que ocorre mais em mulheres  do que em homens, principalmente após a menopausa. Não sabemos ainda ao certo qual a sua causa ou gatilho. Sabemos, porém, que ocorre uma inflamação seguida de morte do folículo, causando uma “cicatriz”. É considerada, pois, uma queda irreversível. O diagnóstico correto e o tratamento são importantes para estabilizar e evitar a progressão da doença. O diagnóstico precoce é a melhor maneira de evitar a perda definitiva dos fios! Esse tema foi amplamente discutido no Meeting da Academia Americana de Dermatologia de 2017, e quero enfatizar os sinais que podem levantar a suspeita desta doença:

  • Perda das Sobrancelhas – Acontece em mais de 50% dos casos e geralmente é um dos primeiros sinais da doença. Vale a pena procurar a dermatologista sempre que notar qualquer alteração das sobrancelhas.

 

  • Pápulas na Face – É comum o aparecimento de irregularidades na face, como se fossem pequenos relevos que deixam a pele áspera . Antes de procurar por tratamentos a laser e estéticos, é preciso verificar se além desta alteração de pele não há sinais de alopecia frontal fibrosante.

 

  • Manchas Escuras na Face – A alopecia frontal fibrosante pode se apresentar  com algumas manchas escuras na face, que podem ser confundidas com o melasma. Uma avaliação cuidadosa do dermatologista é capaz de diferenciar os quadros assim, diferenciar as doenças.

 

  • Manchas Vermelhas na Face – Aparecem em pessoas de pele mais clara e se confundem ou complementam a um quadro de rosácea. É importante pesquisar sinais de alopecia frontal fibrosante em pacientes que ficam vermelhos e ruborizados com determinados gatilhos.

 

  • Sinais Perifoliculares – Coceira, descamação e vermelhidão em torno dos folículos na orla do couro cabeludo são bem característicos da alopecia frontal fibrosante. Um exame bem feito por parte do dermatologista já é suficiente para a suspeição da doença e sugestão da biópsia para confirmação do quadro.

 

  • Queda dos Pelos no Corpo – Assim como a queda das sobrancelhas, alguns pacientes apresentam queda dos pelos dos corpo, principalmente braços e pernas. Se os pelos estão diminuindo espontaneamente vale a pena pesquisar pelos outros sinais que acontecem na alopecia frontal fibrosante.

 

  • Veias Frontais Visíveis – Este é um sinal descrito mais recentemente, que ainda não é assumido por alguns dermatologistas mas já foi publicado em artigos científicos em revistas de boa qualidade. É um sinal a mais para suspeitarmos de alopecia frontal fibrosante. Trata-se de observar veias mais proeminentes e destacadas na região da testa.

 

  • Recesso da Linha de Implantação Capilar – Esse já é um sinal mais avançado da alopecia frontal fibrosante. O Ideal é fazermos o diagnóstico antes que esse recesso da linha de implantação capilar aconteça. A testa vai ficando cada vez mais larga, habitualmente esses fios perdidos não voltam a crescer.

 

Anna Cecília Andriolo