Agenda

Automedicação: perigos e cuidados

Automedicação é um hábito perigoso para a saúde

O tema de hoje é muito importante: automedicação.

O que funciona para sua amiga nem sempre funciona para você, por isso é preciso ter cuidado ao repetir uma receita que não é sua.

Além de não funcionar, ela pode levar a consequências perigosas.

E essa, infelizmente, é uma prática comum, pedir a receita de uma amiga ou o nome do que ela está tomando para ficar com a pele ou o cabelo tão bonitos.

Por que dizer não à automedicação?

Muitas vezes essa pessoa investe, compra esse medicamento, gasta dinheiro e não tem o mesmo resultado da amiga.

Por que isso acontece?

Porque você não foi ao dermatologista, não foi avaliado e diagnosticado corretamente.

Quando a gente finaliza uma receita, na verdade várias coisas são observadas para que a gente possa então fazer aquela “mágica”.

Associar um sabonete, um creme noturno, um tipo de filtro solar e outros produtos para que no final esse conjunto funcione bem para aquela pessoa.

Por isso, ao invés de gastar dinheiro, de ir na farmácia e comprar o medicamento sem indicação, invista o seu tempo e a sua disponibilidade em uma consulta médica.

Nela você vai ser examinado para poder ser adequadamente tratado.

Isso funciona não só para os tratamentos de beleza, mas também para tratamentos de cabelo.

Eu tenho até um caso interessante para compartilhar.

Uma paciente copiou a receita da amiga que ficou cabeluda quando viu no Instagram alguma chamada sobre um remédio que funcionava, era muito bom e ela começou a usar sozinha.

Não era só um medicamento de passar, ela também tomou um medicamento.

Acontece que essa paciente apresentava um problema hepático e quando ela usou esse medicamento teve vários danos da função hepática e foi, inclusive, hospitalizada.

O pior de tudo é que a causa da queda de cabelo dela não era a mesma da amiga.

Então ela fez tudo isso, gastou dinheiro, foi internada, teve um monte de problemas e não teve um fio de cabelo a mais depois de toda essa novela.

Qual é a mensagem que eu quero deixar para vocês hoje?

Em resumo, prestem atenção.

Automedicação, seja ela oral ou tópica, não é indicado e pode ser muito perigoso.

Consulte sempre seu médico antes de usar qualquer medicamento.